Preso, Cunha possui gravações que poderão enterrar a reputação de Michel Temer.


Cunha está preso e possui gravações que poderão enterrar a popularidade de Michel Temer.

Fontes do planalto informaram que Temer desconfia de supostas gravações que estariam em poder do ex-deputado Eduardo Cunha, acusado de corrupção na Operação Lava-Jato.

A suspeita surgiu de um encontro recente com Cunha no Palácio do Jaburu, residência oficial de Temer.

Cunha teria ‘alertado’ Temer sobre certas parcerias dos dois no passado.

O presidente em exercício teria reagido às indiretas do deputado, segundo relato uma pessoa ligada a um assessor do peemedebista.

A ligação entre os dois não é algo recente. O político Ciro Gomes já se denunciou várias vezes que a dupla atuava em conjunto.

De acordo com Ciro, Cunha comercializava leis sob as “bençãos” de Temer, presidente da Casa entre 2009 a 2010.

Para piorar ainda mais as coisas, em dezembro de 2015 o PRG Rodrigo Janot chegou a reunir provas em que Michel Temer (PMDB) teria recebido R$ 5 milhões do dono da OAS, José Adelmário Pinheiro, um dos empreiteiros condenados no escândalo de propinas da Petrobras.

Em uma troca de mensagens via WhatsApp entre Pinheiro e Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aparece uma “menção” em que Cunha reclama que o empreiteiro pagou a Temer e deixou “adiado” o repasse a outros líderes do PMDB.

Eduardo Cunha questionou o dono da OAS por ter pago R$ 5 milhões para Temer e deixado o resto da ‘turma’ a ver navios, afirmou o PGR, conforme a reprodução feita no documento assinado pelo ministro do STF, Teori Zavascki.

Por: Agencia de Noticia

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

log in

reset password

Back to
log in