Lula agora é alvo internacional, justiça americana descobre 92 milhões de dólares em propina na república dominicana


EUA RASTREIAM US$ 92 MILHÕES EM PROPINAS NA REPÚBLICA DOMINICANA. JUSTIÇA AMERICANA QUER O LULA.

O interrogatório durou seis horas e foi considerado insatisfatório pelo procurador-geral da República, Jean Alain Rodríguez, que participou da ação, segundo publicado pelo G1.

Marcelo Hofke, gerente-geral da Odebrecht na República Dominicana, foi interpelado pelas autoridades daquele país nesta terça-feira (10), dando sequência ao acordo de leniência assinado com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para identificar os beneficiados com os US$ 92 milhões em propinas pagas pela empresa.

O representante comercial da Odebrecht na República Dominicana, Ángel Rondón, foi apontado por Hofke como a “pessoa que recebeu os 92 milhões”.

A matéria informa que a Procuradoria-Geral da República Dominicana analisa contratos do Ministério de Obras Públicas, do Instituto Nacional de Abastecimento de Água e Esgoto (Inapa) e da Corporação Dominicana de Empresas Elétricas Estatais (Cdeee) com o grupo brasileiro.

Por: Agencia de Noticia


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

log in

reset password

Back to
log in